Cães – 3 dicas grátis para você e seus cães.

Eu sou adestradora, por formação. E dona de cães, por opção. rs. Dona, isso mesmo… Proprietária de canil, e dona de cães. Nunca fui hipócrita e nem politicamente correta. E odeio balela. Mas vamos que vamos… Vou contar um pouco da minha história com eles, os cães e dar algumas dicas para você.Bem, eu tenho um currículo muito vasto, em relação a cães. Adestramento, tosa, comportamento, cuidados e agility, são alguns dos cursos que eu fiz.

Eu lido com cães, há mais de 40 anos, profissionalmente há mais de 25 e conheço um pouco do assunto.

Cães, sempre foram minha paixão maior.  Desde que me lembro por gente, eu sou fascinada por eles, mas eu também já tive meus problemas. Quando criança, eu não chegava perto, pois tinha sido atacada por um “imenso” mestiço de pequinês, muito comum na época em que eu era pequena, ops.. pequena eu continuo sendo.. eu era criança.. Nessa época, eu os amava de longe.

Até que meu avô, resolveu acabar com esse trauma e me deu o meu primeiro cão. O Lobinho, um lindo Pastor Alemão, que me iniciou no adestramento. Coisa que sempre tive jeito. Eu tinha apenas 11 anos e ensinei um monte de coisas para ele, sozinha.

Enfim, a vida passou, eu fui para a faculdade e não me encontrava.. Fiz Psicologia,  Terapia Ocupacional, Pedagogia e Ciências Contábeis e nada me estimulava ou me motivava a permanecer na faculdade. Nesse meio tempo, eu fui trabalhar na empresa do meu pai e depois na De Millus (tesouraria – o q me levou a fazer Contábeis)… mas nada disso me deixava feliz. No final da década de 80 eu resolvi que já tinha sido boazinha demais com os padrões e pedi demissão da De Millus e fui atrás do meu sonho.

Câes
Chutei o balde e fui trabalhar com cães.

Chutei o balde, aproveitei algumas dicas de amigos e fui trabalhar com cães!

Em 1989 eu fiz o meu primeiro curso de adestramento e fui trabalhar com isso. Meus primeiros clientes eram de empresas que me olhavam de rabo de olho, não acreditando na minha capacidade. Afinal, sou baixinha, 1,60m, e na época era um palito. E ninguém, que não tem conhecimento, acreditava que eu pudesse segurar a ponta de uma guia de um cão de guarda, preste a atacar.  Eu tinha que suar o dobro, dos rapazes, só pq era mulher, ser adestradora era duro, naquela época, hoje é muito mais fácil.

Apesar de saber o que estava fazendo, resolvi mudar de setor. Fiz um curso de Grooming, que para simplificar, chamam de Banho e Tosa, só que obedecendo os padrões das raças, pois era focado em cães de exposição. Mas a única área que eu pouco curto em cinofilia é essa, então abri minha sala de Banho e Tosa e trabalhei nisso uns 20 anos, aproximadamente.

Comportamento canino sempre foi a minha praia. Eu lia, estudadava, fazia cursos, treinava, vivia resolvendo os problemas de meus clientes e de amigos, com dicas simples, que os ajudava bastante.

Comecei a fazer agility, e na mesma época a criar(Nesse vídeo, eu e a Jade (minha primeira Terrier Brasileiro) treinando agility, na Brigada Veneno).

Hoje, estou vivendo de hospedagem, lógico que de cães. Raramente adestro algum cão de fora. Os meus, alguns são adestrados outros são totalmente livre da compulsão humana de mandar neles. rs.. Mas são educados, isso é primordial para mim. E uma dica que eu dou, educar é simples, basta ser um bom líder.

Mas agora eu vou dar uma lista de alguns materiais didáticos, que podem te ajudar a lidar com seus cães e resolver alguns problemas que você pode estar passando.

1 – Cães e Gatos com medo de fogos. Esse é um problema de muitos. Aqui vc encontrará arquivos de audios, com esses sons, para você treinar e dessensibilizar o seu animal de estimação. São 150 minutos de áudio de trovões e fogos de artifício. Clica ai na imagem. E não esqueça de ler 5 Dicas Básicas para passar o Reveillon.

2 – Eu sou adestradora, mas esse papo de um adestrador pegar seu cão na sua casa, fazer um passeio, SEM VOCÊ, e ir treina-lo, para mim é a maior furada. Você tem que participar, essa é a melhor dica, de todas as 3 dicas, que eu posso te dar.. mas na boa, você tem que primeiro, tentar treinar.. se não conseguir, ai sim, vá procurar um adestrador. Eu te passo alguns nomes aqui no RJ ou em SP. Mas para você tentar, você primeiro tem que aprender como fazer. Click na imagem.

Adestrando um hospede e a Tulipa. Sociabilizando

3 – Primeiros Socorros Para CãesJá imaginou o que aconteceria se o seu cachorro sofresse um acidente, ou começasse a passar mal de repente? você saberia o que fazer para salvá-lo? Se você é protetor(a) de animais, já se sentiu impotente diante de alguma situação com a qual se deparou? No curso de primeiros socorros para cães, você irá aprender a prevenir acidentes, e estará pronto para agir diante de diversas situações de emergência, inclusive: afogamentos, engasgos, intoxicações, envenenamentos, atropelamentos, hemorragias, e outras dicas incríveis. Você também aprenderá algumas técnicas para lidar com situações mais corriqueiras, como, por exemplo, como dar remédios para o seu cão e fazer curativos. Aviso Legal: Devido às características de um curso online, os resultados obtidos por cada participante podem variar, a depender do esforço e da capacidade de aprendizagem de cada um. Esse curso não substitui a necessidade de acompanhamento do seu animal por um médico veterinário.

primeiros socorros

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *